Depoimentos de alguns “viajantes”

Posted in Ideias, Vivências with tags on 21 de março de 2011 by Clarisse Ilgenfritz

Vou começar a colocar aqui alguns dos vários depoimentos de leitores do Manual do Viajante Solitário, que recebemos por email, através do Facebook, no site da Editora, aqui mesmo pelo blog… É muito gostoso compartilhar com os amigos essas boas vibrações que chegam até nós.

Como são muitos os depoimentos, vou postando aos poucos. Assim, três ou quatro por vez. O que você acha?

Aproveito para convidar você a deixar aqui seu depoimento. E a agradecer aos leitores que gentilmente enviaram suas palavras para nós. É muito bom tê-los como companheiros desta viagem instigante e divertida que é curtir o livro do nosso querido Zé Albano. Então, vamos aos três primeiros.

Caro Zé, só passei pra te dizer que passamos o feriado (eu e minha família) lendo o seu livro do “viajante solitário” e foi ótimo! Uma verdadeira leitura à seis mãos! Bacana demais tudo isso! Obrigada pela deliciosa leitura! Um beijo grande e boa viagem.
Bilica, Ceará, via Facebook (13 de setembro de 2010)

Caro Zé Albano, Ontem à noite terminei de ler seu livro, foi quase de uma tacada só, não fossem alguns dias cheios por aqui. Que delícia de leitura, pura diversão e alto astral. Além dos conselhos práticos, dos “causos” e da experiência descrita, sem dúvida útil ao candidato a viajante, o que mais gostei foi o clima geral do relato, cheio de vigor, empolgação e de maravilhosa filosofia de vida. Acredito que esta sinceridade de experiência vivida estimulará muita gente a pegar a estrada, de moto, carro, bicicleta, ônibus… As imagens da ML em todos os cantos e estradas do Brasil me lembrou uma situação do filme francês “Amelie Poulain”, onde uma estátua de um anão de jardim era fotografado no estilo cartão postal em todos os cantos do mundo por uma aeromoça amiga da protagonista do filme. Parabéns, o “Manual” superou as minhas expectativas. Além do meu exemplar, que um dia destes você autografará, presenteei um querido amigo motociclista com outro. Ele é daqueles muito experientes que há décadas viaja muito pelo Brasil e América do Sul com motos bem grandes. O cara ficou pasmo com o livro! Fique atento a distribuição por aqui pois logo após a Bienal, onde não consegui ir como já te contei, tive alguma dificuldade em encontrar o manual, mesmo na Saraiva. O volume que dei de presente consegui na livraria Cultura e o meu veio de encomenda pela Saraiva, mas não tinha fisicamente por lá. Um abraço grande e espero que seja um sucesso total de vendas. Adorei mesmo o livro!
Marcelo Vigneron, São Paulo, via e-mail (27 de Setembro de 2010)

Caro Zé Albano, Eu gostei muito do tom (inusitado) do livro, o projeto todo é muito bacana, e o mérito é todo de vocês. Uma hora dessas eu volto pro Ceará, aí te aviso pra tomarmos uma água de côco vendo o mar! Forte abraço e sorte, do Luiz
Luiz Antonio Cintra, São Paulo, via e-mail (28 de Setembro de 2010)

Hora de trabalhar, trabalhar

Posted in Vivências with tags , , on 19 de março de 2011 by Clarisse Ilgenfritz

Ideias, textos e imagens para todo lado

Quando Zé Albano viu que – para realizar o projeto “Manual do Viajante Solitário” – tinha mesmo que parar tudo e organizar informações, selecionar imagens, escrever textos, recordar fatos… bem, ele percebeu que haveria de “fechar temporariamente” sua famosa casa de eternas portas abertas. Porque é assim mesmo. Tem horas que há-se de impôr um esquema de “clube do fodão”; sem ele, nada anda. E foi o jeito. E tudo andou!

Poucas paredes são sólidas como a erguida pelo RESPEITO

O livro que está sendo escrito É a casa onde o autor habita

Um capacete para chamar de seu

Posted in Segurança with tags , , on 14 de março de 2011 by Clarisse Ilgenfritz

Quando a gente viaja pelo interior do Ceará, nas cidades e nas pequenas estradas vicinais, vê muita gente andando de moto sem a menor preocupação com segurança. Demais. Comum, mas muito comum mesmo, é ver famílias inteiras encarapitadas em cima da moto, na maior simplicidade (o que é ótimo), porém arriscando a vida (o que é péssimo). Raros, mas muito raros mesmo, são aqueles que usam capacete.

Espia só a marmota

Esse papo de segurança é na grande maioria das vezes visto como conversa mole, cricri. Claro que dá pra entender a falta de paciência das pessoas – principalmente dos jovens – em usar os equipamentos adequados. Sair por aí de capacete, com este calor, é mesmo muito chato! Mas acredite, mais chato ainda é perda de massa encefálica. Ô.

Quem anda de moto ou já caiu ou vai cair. Não tem jeito. E quem já caiu, vai cair de novo. A queda faz parte da vida do motociclista. Por isso a gente precisa mesmo se cuidar, prevenir, andar atento. Diminuir os riscos, minimizar os danos. Não adianta teimosia.

A boa notícia é que tem sempre um capacete certo para a cabeça-dura correspondente. Basta procurar o estilo de proteção que mais se adapte ao seu estilo de vida e de pilotagem. Passeando por este site encontrei as definições e imagens de alguns dos diferentes tipos de capacete disponíveis no mercado. Bora ver?

Capacete fechado

Capacetes fechados ou integrais. São os mais seguros, os mais completos, os mais vendidos, os preferidos pela maioria. Enfim, são os mais-mais.

Capacete aberto

Capacetes abertos ou modulares. São mais agradáveis de usar em climas quentes, mas não protegem o queixo. A pergunta é: o quanto você gosta do seu maxilar?

Capacete off road

Capacetes off-road. Ideais para uso esportivo, entre praticantes de motocross e outras modalidades todo terreno. Tem sua máxima eficácia com óculos adequados.

Capacete híbrido

Capacetes híbridos. Bom para quem viaja muito. A proteção do queixo pode ser deslocada para cima ou para baixo, dando um descanso sem precisar tirar o capacete.

Capacete curto

Capacetes curtos. Estes não protegem o queixo nem a parte lateral da cabeça. É mais para “fazer estilo”, mesmo. De qualquer forma, é melhor do que nada.

Viu? Tem capacete para todo gosto. Tem até mesmo para quem é cabeça-dura. Tem também pra todo bolso, não é por aperto de dinheiro que o motociclista vai arriscar a própria cabeça. O que não tem é desculpa para andar por aí sem capacete, correndo um risco enorme de perder a vida por uma bobagem dessas.

Como nem só de capacete faz-se a segurança do motoqueiro, vale dar uma passadinha na Associação Brasileira de Motociclistas e checar, antes de sair acelerando por aí, os 12 Mandamentos do Motociclista. Dê uma lida, não custa nada.

O Viajante Solitário apresenta seu Manual

Posted in Eventos, Motos, Vídeos with tags , , on 10 de março de 2011 by josealbano

Nestes vídeos você será apresentado ao livro Manual do Viajante Solitário – pouco antes de seu lançamento, em agosto de 2010 – pelo próprio autor, o fotógrafo José Albano. Assista. Você vai entender todo o processo de concepção do livro, desde a ideia, os primeiros passos e os momentos de vida que culminaram – e ficaram registrados – nesta obra. Tudo temperado com a simplicidade, a espontaneidade e o bom humor contagiantes de um motociclista pra lá de especial.

Comecemos pela concepção do livro: de onde mesmo veio essa ideia maluca de colocar no papel todas estas experiências e imagens? Para que submeter-se ao “desconforto” e à “solidão” na estrada? Como assim, desconforto? Como assim, solidão? Basta conhecer um pouquinho da pessoa Zé Albano que a gente começa a entender e a curtir, na mesma hora, toda essa história tão bacana…

No próximo trecho do vídeo o assunto é a moto, a CG 125cc ML, da Honda. (E pensar que a marca não patrocinou o livro, você acredita?) O papo é desmistificar a “moto de viagem”; toda moto é uma moto de viagem, bastando para isso que ela rode! Zé fez de sua 125 cilindradas um extensão de seu corpo, de sua mente, das estradas do Ceará e do Brasil.

Nesta terceira parte, Zé Albano fala sobre o medo que bate em qualquer pessoa ao viajar sozinho e acampar em locais ermos. Eu recomendo que você não deixe de assistir, é muito engraçada essa perspectiva, lançada pelo fotógrafo de barbas brancas, de sua técnica de espantar o medo, afirmando que “o medonho sou eu”. Mas não é só isso não, tem muito mais bate-papo aqui. Vale assistir.

Dá vontade de ler, de folhear, de viajar nas imagens, de participar desta aventura, de pegar uma moto, um capacete, uma estrada. Dá uma vontade danada de comprar este livro, não dá? Pois fique à vontade, é fácil demais: clique aqui agora mesmo e garanta o seu exemplar. Simples assim.

Desconto na compra pelo site!

Posted in Livros with tags , on 1 de dezembro de 2010 by josealbano

Oferta de Natal!

Compre o “Manual do Viajante Solitário” com 15% de desconto, de 20/11 a 20/12.

Aproveite!

http://www.terradaluzeditorial.com.br/catalogo/manual_do_viajante_solitario.html

Vídeo – Lançamento do livro “Manual do Viajante Solitário” em Fortaleza

Posted in Eventos, Fotos, Livros with tags , , , on 16 de setembro de 2010 by josealbano

Lançamento do livro Manual do Viajante Solitário de José Albano no Centro Cultural do Banco do Nordeste, em Fortaleza, no dia 19 de agosto de 2010 (Dia Internacional da Fotografia).

http://vimeo.com/14654852

Imagens: Jeanne Duarte

Edição: Mario de Aratanha

Manual do Viajante Solitário na WEB

Posted in Livros on 1 de setembro de 2010 by josealbano

http://www.revistamundomoto.com.br/?p=noticias&n=1421&tit=

http://www.rockriders.com.br/Detalhe_noticias.aspx?id=1755

http://www.duasrodasonline.com.br/noticias/noticiasDetalhe.aspx?id=805

http://www.motomaniabrasil.com.br/noticias/?p=1013

http://www.motonline.com.br/default.asp?cod=15409&categoria=2

http://adoroviagem.uol.com.br/materia/adoro/131/o-manual-do-viajante-solitario.html

http://blogs.estadao.com.br/edison-veiga/2010/08/23/o-motoqueiro-inveterado/

http://www.motosul.net/noticias/-manual-do-viajante-solitario-de-jose-albano-chega-as-livrarias

%d blogueiros gostam disto: